Home Programa Ser Menina
AddThis Social Bookmark Button
Programa Ser Menina

Programa Ser Menina

O Programa Ser Menina foi pensado a partir do Projeto Mulher: Sexualidade e Direitos Reprodutivos, idealizado pelo Instituto de Ação Cultural (IDAC). Em 1994, através da parceria entre a Universidade Castelo Branco e o IDAC surgiu o Programa Ser Menina, que, inserido no universo acadêmico, pretende viabilizar a execução de um conjunto articulado de ações socioeducativas, culturais, desportivas e de capacitação, tendo como objetivo principal alterar o processo de exclusão social de adolescentes vindas de comunidades carentes, resgatando sua identidade e reforçando a consciência de cidadania.

O programa iniciou suas atividades atendendo ao público adolescente feminino em situação de vulnerabilidade social, mas em função da grande demanda trazida pela comunidade, o Programa, em consonância com as diretrizes da extensão, a partir do segundo semestre de 2008 passou a acolher adolescentes do sexo masculino no Projeto Ser Adolescente, na mesma perspectiva de valorização do potencial, viabilizando oportunidades de capacitação profissional e geração de renda.

Objetivo

Reverter o processo de exclusão social estimulando o desenvolvimento e a valorização do potencial dos adolescentes, resgatando sua autoestima através de atividades socioeducativas, desportivas e de capacitação.

Público-Alvo

Adolescentes entre 12 e 17 anos, em situação de vulnerabilidade e risco social, residentes nas comunidades de baixa renda da Zona Oeste do município do Rio de Janeiro.

Atividades

Projeto de Cultura, Esporte e Lazer: promove atividades como oficinas de dança, natação e desporto. É coordenado e desenvolvido pelo curso de Educação Física. As atividades são desenvolvidas às segundas, terças e quartas-feiras.

Projeto Plantão Social: realiza o atendimento de demandas espontâneas trazidas pelos adolescentes do programa e seus familiares, além de ser um canal de comunicação com os responsáveis dos adolescentes. Ocorre sempre às terças feiras.

Projeto de Inclusão Digital: com o auxílio dos estagiários de informática os adolescentes e seus familiares têm a oportunidade de se aproximar do universo digital e desenvolverem habilidades. As atividades ocorrem às quartas-feiras e aos sábados.

Projeto de Formação para a Cidadania: tem caráter socioeducativo e procura estimular a reflexão sobre os assuntos que perpassam o cotidiano dos adolescentes num espaço democrático de troca de experiências. Ocorre às quintas feiras.

Reunião com famílias:possibilita a aproximação dos familiares com o espaço institucional promovendo ambiente propício para a discussão de temas atuais, além de possibilitar o levantamento de demandas trazidas pelos próprios familiares. Ocorre uma vez ao mês, geralmente sábado.

Cursos participantes:

Serviço Social:atua na perspectiva de enfrentamento das expressões da questão social vivenciadas pelos adolescentes participantes do Programa.

Educação Física: trabalha as questões relacionadas às práticas de cultura corporal e desenvolvimento de aptidões físicas. Fisioterapia: prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde motora dos usuários.

Educação Digital: capacitação e desenvolvimento dos adolescentes.

Informações

(21)3216-7786

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Horário de atendimento:

Terça-feira, das 9h às 17h

Galeria

 
Os projetos sociais
constituem a marca da Universidade Castelo Branco ao longo de sua trajetória na região. Desde sua origem, a UCB tem como
característica uma forte inserção regional, desempenhando seu papel social e sua função de universidade comprometida com a transformação da realidade e da sociedade.

Elizabeth Félix
Pró-Reitora de Extensão e Assuntos Comunitários